TOP Magazine

11 ago

Vai um uísque?

Veja as bebidas mais caras do mundo

POR Redação 2 MIN

11 ago

2 Min

Vai um uísque?

POR Redação

	

Há quem invista em um uísque o mesmo valor de uma joia. O preço alto não é à toa: cuidado, qualidade dos ingredientes e excelência na produção.

 
O Royal-Salute 38 Years Old Stone of Destiny tem um sabor incorporado e a garrafa é feita de porcelana Révol e com a tampa de ouro 24 quilates. Existem apenas 600 garrafas no mundo. Preço: US$ 750, em torno de R$ 2.435.

O Balvenie foi envelhecido por 30 anos em barris de carvalho e tem um gosto trufado. Preço: US$ 900, em torno de R$ 2.900.

O Mortlach é um uísque que está inserido no Johnnie Walker Black, e vem em quatro versões (separadas pelos anos de envelhecimento). Preço: US$ 1.150, em torno de R$ 3.740.

O Yamazaki Single Malt 25 anos foi eleito o melhor uísque do mundo pelo crítico de bebidas Jim Murray. Está esgotada no mundo inteiro, mas só resta uma garrafa em Hong Kong. Preço: US$ 2.130, em torno de R$ 6.930.

O Pappy Van Winkle tem um sabor clássico, bem forte e incorporado. É um uísque muito difícil de ser achado, pois é raramente visto apenas em Nova Orleans, nos Estados Unidos. Preço: 15 anos (US$ 1.700 em torno de R$ 5.500), 20 anos e 23 anos (US$ 4.000 em torno de R$ 13.000).

O Vintage 1964, da Glenlivet, é a bebida mais exclusiva do mundo dos uísques, pois é considerada a primeira coleção de malte envelhecido durante 50 anos. A garrafa é produzida à mão nas ilhas britânicas e foram feitas apenas cem unidades dela.
Preço: US$ 25.000, em torno de R$ 81.000.

Uma loja em Vancouver anunciou a venda de uma caixa de Dalmore Constellation Collection, que foi rapidamente esgotado. Foram feitas apenas 21 garrafas deste uísque. Preço: caixa US$ 139.000, em torno de R$ 451.000.

 

  • COMPARTILHE
VOLTAR AO TOPO