TOP Magazine

TEM BRILHO NO OLHAR

Em constante aperfeiçoamento e reinvenção, Silvia Braz realmente ama o que faz, foge de qualquer fórmula pronta e entrega o segredo para se manter no topo na internet

POR Vivian Monicci 3 MIN

04 fev

3 Min

TEM BRILHO NO OLHAR

POR Vivian Monicci

	

“Não me prendo a nada que me defina. Sou companhia, mas posso ser solidão. Tranquilidade e inconstância, pedra e coração. Sou abraços, sorrisos, ânimo, bom humor, sarcasmo, preguiça e sono. Música alta e silêncio. Serei o que você quiser, mas só quando eu quiser. Não me limito, não sou cruel comigo! Serei sempre apego pelo que vale a pena e desapego pelo que não quer valer… suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato. Ou toca, ou não toca.” Essa é a frase que a influenciadora e empresária Silvia Braz usa para descrever a si própria no seu blog. De fato, em poucos minutos de conversa, é possível compreender o motivo de sua identificação com as palavras de Clarice Lispector: Silvia é apaixonada pela vida que leva e realiza seu trabalho com amor e brilho no olhar. Mas, assim como qualquer mulher do século 21, tem seus momentos de tempestade e calmaria, de se dividir em mil versões para equilibrar da melhor forma possível seu papel de mãe e profissional. Em constante aperfeiçoamento e reinvenção, a criadora de conteúdo de 39 anos foge de qualquer fórmula pronta e entrega o segredo para se manter no topo há tantos anos: buscar sempre uma narrativa própria.

De Campo dos Goytacazes para o mundo

A influenciadora já está em São Paulo há cinco anos, mas é natural de Campo dos Goytacazes, no Rio de Janeiro. Vem de uma família de fazendeiros e de mulheres fortes. “Sempre fui extremamente comunicativa, gostava de ser a líder da turma, a capitã do time do jogo, de fazer conexões entre as pessoas. E gostava muito de moda. Tenho uma avó paterna que sempre foi uma referência grande para mim como uma mulher forte, independente e à frente de seu tempo, mas também muito elegante. Eu passava as férias na casa dos meus avós e me lembro dela andando pela casa de turbante na cabeça. Achava o máximo aquele colorido e a alegria que ela imprimia nas roupas. Até hoje, percebo muito o jeito dela em mim, tinha um estilo único e com muita personalidade”, relembra. Os anos passaram, Silvia se formou em direito, mas logo descobriu que as leis não eram a sua paixão. “Achei que era uma área já muito desgastada. Em 2010, aconteceu esse movimento dos blogs e da internet e achei que ali eu teria um espaço bacana para falar com um maior número de pessoas. Mas nunca projetei aonde isso chegaria. Fiz porque queria me comunicar, gostava de moda, de receber, viajar e dividir isso com as pessoas.” No mesmo ano, ela montou seu blog homônimo e passou a se aventurar nas dores e delícias do mundo online. A grande mudança, entretanto, aconteceu com a chegada do Instagram, que alavancou sua carreira. Hoje com um público de mais de 560 mil seguidores na rede social, em que divide conteúdos de moda, viagem e lifestyle, Silvia tem, sem dúvida, muito mérito por seu trabalho, que a cada dia busca se diferenciar do atual e populoso meio dos influenciadores. “Eu produzo conteúdo com uma narrativa muito própria. Com tantas pessoas legais fazendo as mesmas coisas, é fácil replicar e pegar o jeito de outros colegas, então é um cuidado diário ter uma narrativa exclusivamente minha, o meu ponto de vista”, ressalta. “As minhas seguidoras me veem como uma mulher normal com família, que tem uma vida como a delas. Sou casada, tenho três filhas, tenho o biótipo da brasileira… Existe uma identificação delas comigo.”

A TOP conta mais sobre Silvia Braz na edição 246 Paloma Bernardi.

  • COMPARTILHE
VOLTAR AO TOPO