TOP Magazine

21 nov

Musicais no cinema

Exposição do MIS realiza o sonho de todo fã de filmes musicais: sair dançando do cinema!

POR Walter de Sousa 2 MIN

21 nov

2 Min

Musicais no cinema

POR Walter de Sousa

	

A simples menção do gênero musical leva a memória do cinéfilo às grandes produções da Era de Ouro de Hollywood, desde imagens frenéticas de Fred Astaire, em O Picolino (1935), passando por Gene Kelly dependurado no poste de Cantando na Chuva (1952), às coreografias coloridas – afinal foi quando as cores chegaram ao cinema – de O Mágico de Oz (1939), além dos guarda-chuvas voadores de Mary Poppins (1964). Os nacionalistas também têm suas versões musicais preferidas: O Puritano da Rua Augusta (1965), com o impagável Amácio Mazzaropi; Roberto Carlos em Ritmo de Aventura (1967) ou o emblemático Beth Balanço (1984), ícone do rock nacional dos anos 1980. Todos esses filmes estão na exposição Musicais no cinema, em cartaz de 13 de novembro a 16 de fevereiro de 2020 no Museu da Imagem e do Som de São Paulo. Para quem nunca ouviu falar nos musicais mencionados nesse parágrafo, há a presença dos recentes La La Land (2016), ganhador de seis Oscars, e Rocketman (2019), cinebiografia de Elton John.

A exposição foi concebida pelo Musée de la Musique – Philarmonie de Paris, com curadoria brasileira de Duda Leite a partir da exposição original, francesa, concebida por N. T. Binh. Além da exposição, está sendo lançado um podcast apresentado também por Duda Leite, com entrevistas com os diretores brasileiros de musicais, entre eles Cacá Diegues (Veja Esta Canção), Walter Lima Jr. (Os Desafinados) e Hugo Prata (Elis). O acesso ao podcast é pelo endereço: http://bit.ly/podcast-mis.
A mostra permite que o visitante “brinque” de ator/atriz bailarino/a ao interagir com réplicas dos cenários dos filmes musicais. Ou seja, é possível fazer aquilo que os bons musicais sempre suscitaram nos seus fãs: sair dançando do cinema! Há também uma sala dedicada ao sapateado, com uma aula exclusiva com a atriz e bailarina Cláudia Raia, de modo que qualquer um pode aprender os passos com a ajuda de um aplicativo virtual que acompanha os movimentos dos pés dos visitantes a partir dos seus toques no
chão.

É possível, ainda, reencontrar personagens memoráveis, entre eles Mary Poppins, Dorothy (O Mágico de Oz), Danny Zuko (vivido por John Travolta no filme Nos Tempos da Brilhantina), a noviça rebelde de Julie Andrews, e Sally Bowles (Liza Minelli, de Cabaret!), entre outros. Há salas temáticas dedicadas à produtora brasileira Atlântida Cinematográfica (1941-1962), responsável pelas saudosas chanchadas estreladas por Oscarito e Grande Otelo; ao cinema de juventude (incluindo os períodos da Jovem Guarda e do rock dos anos 1980) e aos filmes infantis (de O Mágico de Oz até aos filmes da Xuxa). Uma longa viagem que agradará todas as gerações de plateias do cinema musical!

Musicais no cinema
Data: 13 de novembro de 2019 a 16 de fevereiro de 2020
Horários: Terças a sábados, das 10h às 20h (com permanência até às 22h); domingos e
feriados, das 10h às 19h (com permanência até às 21h)
Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia). Entrada gratuita às terças-feiras.
Local: Museu da Imagem e do Som (MIS) – Avenida Europa, 158, Jd. Europa, São
Paulo. Telefone: 11 2117-4777. Site: www.mis-sp.org.br.
Classificação indicativa: Livre

  • COMPARTILHE
VOLTAR AO TOPO