TOP Magazine

17 ago

Mil e uma utilidades

Digital influencer é só uma das várias coisas que essa gata faz! Vem saber...

POR Vanessa Piovezan 3 MIN

17 ago

3 Min

Mil e uma utilidades

POR Vanessa Piovezan

	

Dona de quatro negócios próprios, engajada socialmente e administradora de todas as suas redes sociais, Gabi Lopes exibe uma trajetória que a enche de orgulho, e vai muito além dos mais de 2 milhões de seguidores que acumula só em seu perfil do Instagram @gabilopescombr. “Eu nasci leonina e comunicativa. Com 8 anos de idade, teimei e entrei em uma agência”, conta. A partir daí, começaram os trabalhos em comerciais. Aos 12 anos “ficou mais sério”: vieram Nickelodeon, programa da Hebe Camargo, Esporte Espetacular e séries, até entrar no cinema. A vida na internet iniciou um pouco depois, aos 15, quando, por influência do pai, criou uma conta no Twitter e pegou gosto pela ideia de compartilhar sua rotina. “Eu tinha 200 mil seguidores enquanto a Ivete Sangalo estava criando um perfil”, sorri. A Twitcam foi o ápice para ganhar mais espaço nas mídias sociais. “Eu morava em Osasco. Minha casa era simples, assim como webcam que eu tinha, mas movimentava uma galera. Do Twitter fui migrando para o Facebook, e dele para o Instagram.”Junto com as redes, a carreira de atriz crescia. Gabi foi assistente de palco e participou de vários clipes musicais de amigos até ganhar o papel da personagem Pri, em Malhação Sonhos, de 2014. “É uma novela muito digital, aí veio o canal no YouTube (com quase 290 mil inscritos). Muitos jovens me conhecendo e acabei conquistando também o público LGTB, já que fiz a primeira lésbica da história da Malhação. Ai pensei: ‘Gabi Lopes está feita. Agora vou arquitetar isso, montar estratégias’”. Deu certo: os seguidores vieram de forma orgânica e natural. “Eu nasci filha de ninguém, com grana nenhuma e nem era bonita. Então, não é a beleza e não é o dinheiro. Nunca morei num lugar legal e não tinha câmera digital como todo mundo.” Atualmente, com toda a sua influência, ela tem, sim, as melhores intenções. “O que eu espero muito, do fundo do coração, é que o motivo pelo qual as pessoas me acompanham seja o fato de eu ser gente como a gente. Todo mundo é ser humano, por que eu não seria?” Ela é uma pessoa tão simples que troca fácil uma balada por uma noite em casa com os amigos ouvindo música e batendo papo. Também é empreendedora: sócia da @youngrepublicfilms, uma produtora de cinema e conteúdo audiovisual; dona da @gabishop e do @breshop, em que vende roupas. “Eu tenho várias ideias. Me aguardem, que ainda vou ter muitas empresas por aí (risos)”. A quarta é a própria Gabi Lopes. Ela é a sua própria empresária e reponde por si. Simples assim. Mais sobre a gata? Acesse youtube.com/mundotoponline para saber todos os perrengues de uma digital influencer e quais os projetos futuros de Gabi Lopes. Alerta de spoiler: sua próxima personagem se chama Audra e é viciada em cocaína, num filme com elenco para lá de estrelado. Espia lá!

Fotos: Ita Mazzutti

  • COMPARTILHE
VOLTAR AO TOPO