TOP Magazine

14 mar

Gênio da Startup

Empreendedor nato, Fernando Saddi é o cara à frente da bem-sucedida Easy Carros e colhe os frutos do sucesso traçando o futuro da mobilidade no Brasil. Vem Saber

POR Simone Blanes 4 MIN

14 mar

4 Min

Gênio da Startup

POR Simone Blanes

	

 

“A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo.” Essa frase do professor austríaco Peter Drucker, considerado o pai da administração moderna, é o lema de Fernando Saddi, empresário que, aos 27 anos, chama a atenção não só pelas ideias inovadoras, mas por uma certa ousadia inerente a uma personalidade inquieta, bem característica de empreendedores natos. É só ver a rápida ascensão de seu Easy Carros, aplicativo que conecta proprietários e gestores de frotas a prestadores de serviços automotivos. “Mandamos um profissional até a casa, escritório ou estacionamento para que o serviço seja feito no próprio local. Assim, os usuários têm o carro sempre pronto, limpo e seguro para usar quando quiserem”, descreve. Algo que começou por uma startup de atividades simples, como lavagem e troca de óleo, e agora já atua em patamares mais complexos – o que, segundo o empresário, é o futuro do transporte: a tecnologia a favor da mobilidade. “Os carros serão artigos de luxo, e estarão nas mãos das empresas. As pessoas vão acessá-los só quando precisarem, assim como os aviões”, explica ele, que, embora conte com 2.500 profissionais, em 60 cidades e 14 estados brasileiros mais o Distrito Federal, admite ter foco em grandes companhias, tais como Azul Linhas Aéreas, Pullman e Duratex. “Hoje é 80% do negócio. A Easy Carros está ajudando as empresas a migrarem para a era da mobilidade, levando inteligência artificial e cuidando da manutenção da frota, para, assim, reduzirem custos em 30%”, diz Saddi, que quer expandir para a América Latina. O que não vai demorar, já que, além de seu conhecimento no ramo – vem de uma família de donos de concessionárias –, é um incansável pesquisador sobre tudo o que diz respeito à tecnologia e mobilidade. “Dos tuk tuks da Tailândia às gôndolas de Veneza, estou sempre de olho”, diz ele, que conseguiu não só chegar perto de seus “ídolos” como transformá-los em mentores, amigos e até investidores. Entre eles, Juan Vergara, ex-COO Global da Ambev, e Renato Franklin, CEO da Movida, com quem mantém contato frequente. “Quebro essa barreira da distância.

E eles me ajudam com decisões do meu negócio.” O próximo da lista: Elon Musk. “Um dos meus objetivos é fazer uma parceria com a Tesla Motors”, atesta. Dono de um espírito arrojado, Saddi fundou sua primeira empresa aos 17 anos, quando cursava a Babson College, em Boston, nos Estados Unidos. “No primeiro ano, já me deram 3 mil dólares para um projeto. Criei uma startup de produtos sustentáveis.” Depois, foi viver no Vale do Silício para saber mais sobre tecnologia. “Morei em uma casa com 30 empreendedores. Lá estavam as pessoas mais inteligentes que conheci”, lembra. Foi nessa época que aprendeu a se aproximar dos alto executivos. “O CEO do Dropbox vinha jantar em casa, o CEO do Twitter tinha conversas comigo. Ali entendi que todas as possibilidades eram reais. Pessoas que uma hora estavam nos jornais e outra, ali com a gente.” Decidiu então participar de uma competição do Google, em que ganhou o primeiro lugar com a empresa Boosk, que indicava os melhores lugares para uma pessoa ir, de acordo com perfil traçado através de um algoritmo. De volta ao Brasil, Saddi foi CEO da Airu, marketplace de moda, que transformou em um dos maiores e-commerces da América Latina, e teve a ideia da Easy Carros. Sem contar o WeMuv, instituto que fundou com o objetivo de pensar em um futuro sem trânsito ao juntar empresários e discutir a era da mobilidade. O resto é história. Adepto da meditação, ele se diz um cara muito racional, mas confessa ser apaixonado pela adrenalina de “criar um negócio do zero e fazer crescer”. Entende-se então que ele não pretende parar por aí. E a real é que Saddi ainda tem muito para fazer… A mobilidade, a tecnologia e o empreendedorismo agradecem.

 

  • COMPARTILHE
VOLTAR AO TOPO