TOP Magazine

Cozzinha do Centro

A poucos metros do Minhocão, estabelecimento é perfeito para um almoço leve ou lanchinho no meio da tarde

POR Gabriela Del Carmen MIN

30 jan

Min

Cozzinha do Centro

POR Gabriela Del Carmen

	

Uma mistura de café e restaurante. É assim que Coca Marcusso e Gisele Carrasco descrevem o recém-inaugurado espaço. Com uma cozinha afetiva e ambiente acolhedor, a casa nasceu do objetivo de fazer com que os clientes se sintam em casa e tenham prazer ao provar as saborosas receitas de família.

Coca estava mais familiarizada com o ramo, pois trabalhou nos restaurantes de seu marido, o Holy Burger e Forno. Ao contrário dela, Gisele, especializada nas áreas de moda e publicidade, cuidava da parte administrativa de um Buffet para conhecer um pouco mais da área gastronômica. Se conheceram em um evento filantrópico chamado Extreme Impact, e desde então passaram a compartilhar o desejo de se aventurar na cozinha. “Eu sempre quis ter um restaurante, era um sonho antigo. Em maio de 2019 veio o convite da Coca, e achei que era a hora certa com a pessoa certa. Assim como eu, a Coca não quer dinheiro por dinheiro; Ela quer fazer diferença de alguma forma”, conta Gisele.

Juntas, acreditaram na fórmula de oferecer um bom produto em um bom ambiente e por um preço justo. E é por isso que o público tem gostado tanto do resultado. Os clientes são tratados como se estivessem sendo recebidos na própria cozinha das sócias, com atenção e qualidade.

Na hora do almoço, nenhum gosto e preferência são deixados de fora. O lugar conta com duas opções de prato do dia: vegetariana e com proteína animal. Mas o destaque do cardápio vai para as tortas. Oferecidas em quatro opções de recheio (palmito, frango com requeijão, carne louca ou cogumelos), têm uma saborosa crosta de parmesão tostado e podem ser acompanhadas de uma salada de folhas com croutons, fundos de alcachofra e molho à base de vinho, shoyu, azeite e ervas frescas.

Durante a tarde, a Cozzinha do Centro tem bolos de banana, laranja e chocolate, além do clássico Bolo da Casa, que tem massa feita com iogurte, nozes e especiarias. E não pense que o happy hour é deixado de lado. O espaço dispõe de cervejas, vinhos em taça ou garrafa, gim-tônicas e uma releitura do tradicional Croque Monsieur – um caprichado sanduíche recheado com fatias de lagarto marinado e assado, coberto com creme de laranja e mozzarella de búfala maçaricada. O Mix de Aperitivos Veggie, com bolinhas de palmito, tomatinhos-cereja e minilegumes confitados também fazem sucesso entre os clientes.

“Nosso menu é sucinto, mas para qualquer hora do dia temos sempre uma alternativa gostosa e elaborada seguindo receitas familiares e caseiras. Servimos uma comida de qualidade e honesta, mas que não é sofisticada demais para quem quiser vir de bermuda, chinelo, com o cachorro, sozinho ou como bem quiser”, explica Gisele.

O design transporta a atmosfera da rua para dentro do salão. Inspirado nos ciclistas da região, parte do teto e das paredes são enfeitadas com 120 rodas de bicicletas antigas, composição idealizada pela arquiteta Gabriela Prado Alves. Além de enfeitar o local, a decoração também serve para reaproveitar objetos descartados e combater o desperdício.

Endereço: Rua Tupi, 121, Santa Cecília – São Paulo/SP

Telefone: (11) 2400-7804

Mais informações: facebook.com/cozzinhadocentro

FOTOS: DIVULGAÇÃO

  • COMPARTILHE
VOLTAR AO TOPO