TOP Magazine

Cézanne e eu

A amizade entre o escritor Émile Zola e o pintor Paul Cézanne emoldurada nos cores da Provença

POR Walter de Sousa, com exclusividade para a TOP Magazine 3 MIN

02 jul

3 Min

Cézanne e eu

POR Walter de Sousa, com exclusividade para a TOP Magazine

	

O livro A obra, escrito em 1886 por Émile Zola, que um ano antes foi reconhecido como grande autor francês ao publicar O germinal, causou uma intensa ruptura na vida do autor. Muitos críticos acreditam que a história foi baseada na sua convivência com os pintores do círculo impressionista de Claude Monet, mas o personagem principal foi baseado num grande amigo de Zola, ironicamente contrário aos impressionistas. Por isso, escrever A obra foi um processo doloroso, gestado por vinte anos, e trouxe detalhes da conturbada trajetória do amigo da vida toda: Paul Cézanne. O livro levou ao rompimento da amizade iniciada na adolescência em Aix-en-Provence, sul da França, o que causou desgosto a ambos.

A ruptura abre o filme Cézanne e eu, dirigido por Danièle Thompson, que reconstrói a relação, sempre fiel, entre Zola e o pintor que foi a influência maior de grandes artistas que se vinculariam às correntes vanguardistas do início do século XX, entre eles Pablo Picasso e Henri Matisse. A produção obteve imenso sucesso de exibição na França, levando 600 mil expectadores à sua estreia. Zola é vivido por Guillaume Cannet e Cézanne pelo consagrado ator de teatro (faz parte do elenco da conceituada Comédia Francesa) e de cinema (com quatro prêmios Cesar), Guillaume Gallienne, ambos em atuações impecáveis. Como a maior parte das cenas foram rodadas na Provença, os cenários são exuberantes, com uma explosão de cores, como aparecem nos quadros de Cézanne. Enquanto Zola teve uma carreira contínua como escritor, com uma obra extensa, conquistando respeito como intelectual, Cézanne só teve sua obra reconhecida no final da vida, por empenho do marchand Ambroise Vollard. Esse descompasso garante o melhor diálogo do filme, uma reflexão sobre o sucesso.

Serviço:

Cézanne e eu

Direção: Danièle Thompson

Elenco: Guilaume Cannet, Guillaume Gallienne, Alice Pol, Déborah François.

Estreia em 4 de julho.

  • COMPARTILHE
VOLTAR AO TOPO