TOP Magazine

Cadê você, Bernadette?

Sanidade mental comprometida é o preço de quem abandona um sonho? Ou é quem leva de volta a esse sonho?

POR Walter de Sousa 3 MIN

05 nov

3 Min

Cadê você, Bernadette?

POR Walter de Sousa

	

As produções do diretor Richard Linklater sempre guardam uma paciente relação com o tempo. Foi assim em Boyhood, (2014), filmado durante 12 anos, e nos encontros e desencontros entre Julie Delpy e Ethan Hawke a cada dez anos nos filmes Antes do amanhecer (1995), Antes do pôr-do-sol (2004) e Antes da meia-noite (2013). Mas seu novo Cadê você, Bernadete?, embora trate também do tempo perdido, não é um filme em essência de Linklater. Mesmo porque ele é todo de Cate Blanchet, com atuação que se sobressai à direção. A ela coube dar vida à personagem Bernadette Fox, familiar às leitoras e leitores do romance homônimo ao filme, de Maria Semple e publicado no Brasil em 2012. Os destemperos da personagem principal impulsionam a trama que conta como uma brilhante arquiteta abandonou a carreira após ser desacreditada publicamente e se casar com um gênio da informática.

Após aparecer solitária num caiaque boiando no mar gelado da Antártica, a história de Bernadette retrocede à sua vida entediada em Seattle, numa mansão em ruínas, às voltas com vizinhos pequenos burgueses – embora o termo esteja fora de moda, é o que são – preocupados com as raízes das amoreiras e com encontros de mães adolescentes. Tem uma filha que está prestes a se matricular num internato para cumprir o Ensino Médio (High School) e pede, de presente, uma viagem para a Antártica. Claro que o passeio deverá incluir, além da atabalhoada mãe, o pai superocupado. E é aí que começa o mergulho de Bernadette em sua adormecida frustração. Alguns acontecimentos relembrar seu passado: uma enquete acadêmica a coloca entre os cinco maiores arquitetos americanos e o fato é registrado num documentário sobre a sua produção. Mesmos com algumas soluções narrativas questionáveis, como a entrada de um agente do FBI para acusar a protagonista de envolvimento com a máfia russa, a história segue num processo de resgate pessoal, que é a essência do filme. Aliás, o título é menos sobre o sumiço da mãe amalucada e mais sobre essa busca interior da arquiteta. A segunda metade da história se passa entre os icebergs, estações científicas e navios na Antártica, quando pai e filha saem à procura de Bernadette, o que garante um cenário intenso para o desfecho da trama.

Vem conferir o trailer:

 

 

Cadê você, Bernadette?
Direção: Richard Linklater
Elenco: Kate Blanchet, Judy Greer, Kristen Wiig, Billy Krudup, Laurence Fishburne
Estreia: 7/11

  • COMPARTILHE
VOLTAR AO TOPO