TOP Magazine

Ano Novo Chinês 2020

Campeão mundial de Kung Fu mostrará "técnicas de autocontrole" no bairro da Liberdade

POR Gabriela Del Carmen 3 MIN

29 jan

3 Min

Ano Novo Chinês 2020

POR Gabriela Del Carmen

	

O aniversário de São Paulo não foi a única comemoração que aconteceu no último sábado, 25. A data marcou também o Ano Novo chinês, e o recomeço do ciclo dos doze animais do zodíaco.

Ao contrário dos países ocidentais, que seguem um calendário solar, a China tem o mais antigo registro cronológico de que se tem conhecimento na história, baseado na rotação da Lua. No país, o calendário possui um ciclo que se repete a cada doze anos, cada um com um animal correspondente: Rato, Touro, Tigre, Lebre, Dragão, Cobra, Cavalo, Ovelha, Macaco, Galo, Cão e Javali.

Este mês, a cultura celebra o início do ano do rato, que significa logística e reorganização. Para comemorar, a Praça da Liberdade, em São Paulo, contará com uma programação especial e gratuita nos dias 1 e 2 de fevereiro, com barracas de comidas típicas, massagem, acupuntura, artesanato, danças e oficina de caligrafia chinesa.

O evento também terá apresentações de artes marciais, muito significativo para o povo oriental. “O kung fu para a sociedade chinesa é uma das artes mais importantes, porque faz com que a pessoa tenha disciplina, respeito, seja educado e generoso, explica o Mestre (ou “Sifu”, em chinês) e campeão mundial de kung fu de 2011, Francisco Nobre. O torneio, que ocorreu em Hong Kong, incluiu duas categorias, com 470 e 270 atletas em cada. “Fui considerado o melhor do mundo, porque venci duas categorias com a maior pontuação da competição inteira. Depois, competi na China e ganhei quatro categorias diferentes, com no mínimo dez pessoas em cada uma”, relembra.

O atleta, que tem presença confirmada na celebração, acredita que a luta auxilia no seu dia a dia, pois possibilita que ele tenha mais autocontrole sobre sua vida. “Nós temos uma quantidade imensurável de técnicas. Tem que fazer com velocidade, precisão, pontaria e espírito. Para isso, precisa aprender a controlar a ansiedade, o nervosismo e até a potência para não se machucar”, afirma.

No sábado, Francisco realizará a tradicional dança de leão, em que duas pessoas, embaixo de uma fantasia do animal, imitam seus movimentos. A dança é acompanhada por gongos, tambores e pratos. “Geralmente é feito um grupo com dois leões ou mais, que podem ser amarelo, vermelho, branco, preto, roxo, sempre usando cores que trazem boa sorte, riqueza e força espiritual”, explica o professor.

Já no domingo, o atleta participará da apresentação das artes marciais. “Dentro do kung fu temos várias sequências de movimentos, conhecidas como taolu”. Ele conta que cerca de cinquenta escolas comparecem nas comemorações de Ano Novo, incluindo a sua, a Escola Arte Nobre de Kung Fu Garra de Águia. Nela, o mestre leciona mais de sessenta alunos, de idades que variam entre 5 e 67 anos. “A luta é baseada em diversos animais: águia, tigre, garça, leopardo, dragão, serpente, e vários outros”, relata. Em sua academia, o estilo trabalhado é o Garra de Águia, na qual os golpes são rápidos e precisos, porém maleáveis e suaves, explorando cada parte do corpo cautelosamente.

Organizado pela Associação de Amizade Brasil-China, o evento na Praça da Liberdade é indicado para todas as idades. “O ano do Rato representa o fechamento de um ciclo e o início um novo tempo para todos nós. Vamos comemorar a chegada do Ano do Rato mais uma vez com muitas atividades culturais e muita alegria, diz Heida Li, presidente-executiva da entidade e coordenadora geral do evento.

Mais informações: anonovochinesdobrasil.com.br 

www.facebook.com/escolaartenobredekungfu/

O campeão mundial de Kung Fu Francisco Nobre (“Sifu”), da Escola Arte Nobre de Kung Fu Garra de Águia, se apresentará no Bairro da Liberdade

	
  • COMPARTILHE
VOLTAR AO TOPO