TOP Magazine

25 jul

Ácido do bem!

10 ácidos poderosos para rejuvenescer, tratar acne, estrias e deixar a pele radiante e protegida

POR Redação 2 MIN

25 jul

2 Min

Ácido do bem!

POR Redação

	

Primeira escolha na prescrição de muitos dermatologistas, os ácidos têm uma infinidade de ações. Confira algumas peculiaridades de dez ácidos que rejuvenescem, tratam problemas como espinhas e estrias, e protegem a pele da ação dos radicais livres e dos raios ultravioleta. Veja alguns dos mais comuns e consulte seu dermatologista.

Ácido Ascórbico — é a famosa Vitamina C. “O Ácido L-Ascórbico é um poderoso antioxidante, cuja aplicação tópica permite alcançar níveis que não seriam possíveis com a ingestão de frutas ou de suplementação oral de vitamina C”, explica a dermatologista Claudia Marçal. Além disso, é responsável por frear a ação dos radicais livres, estimular a formação de novo colágeno e ajuda a proteger a pele dos efeitos do sol, na medida em que uniformiza o tom de pele e melhora sua textura.

Ácido Azelaico — “É um ácido com função clareadora e seborreguladora. Usado como clareador, no trato da acne e também da rosácea”, afirma Jardis Volpe. O ácido pode ser usado também por gestantes no controle do melasma. “Ele inibe a tirosinase (enzima responsável pela estimulação e produção da melanina), então consegue prevenir a formação do melasma (e, se presente, o ácido consegue controlar e clarear)”, explica a Claudia Marçal.

Ácido Ferúlico — encontrado nas folhas e sementes de muitas plantas, especialmente farelo de milho e arroz. “Esse ácido fornece hidrogênio para a neutralização dos radicais livres, compostos estes relacionados com o envelhecimento das células, portanto é um potente antioxidante”, comenta a dermatologista. Claudia Marçal.

Ácido Glicólico — é o menor alfahidroxiácido, derivado da cana de açúcar e de vegetais doces. “O ácido penetra bem na camada córnea. Ele tem ação hidratante até 4% e acima disso atua como esfoliante, renovando as células”, explica o Jardis Volpe. “Ele quebra e diminui a adesão entre os corneócitos, que são as células da primeira camada e que mantêm a coesão e aderência do extrato córneo (camada de queratina) às suas células. Dessa forma, o ácido tem indicação para rejuvenescimento, acne, cicatriz de acne e estrias. É contraindicado para gestantes.

Ácido Hialurônico — “É usado como um poderoso hidratante em fórmulas anti-idade. Também possui ação preenchedora, pois potencializa as células da pele a produzir ácido hialurônico e, dessa forma, preencher as rugas naturalmente, sendo também um excelente hidratante”, explica a farmacêutica Mika Yamaguchi, diretora científica da Biotec Dermocosméticos. Pode estar presente em muitas fórmulas com ácidos para contrabalancear os processos irritativos e de desidratação da pele.

Ácido Kójico — considerado um clareador importante por ter uso permitido durante o verão e também na gestação. “Promove clareamento, tem ação sinérgica com outros clareadores e é um ácido que não causa irritabilidade nas concentrações de margem de segurança”, destaca a Claudia Marçal. A aplicação contínua deverá ser feita por até 6 meses. “É usado nos tratamentos de manchas e no melasma”, comenta o Jardis Volpe.

Ácido Mandélico — “Atua na prevenção do envelhecimento cutâneo, auxilia controle da oleosidade e manchas. É um ácido bem versátil e bom para uso corporal”, esclarece Jardis Volpe. O ácido mandélico consegue equilibrar o processo de renovação epitelial e tem indicação anti-aging (age diminuindo o fotoenvelhecimento e o tratamento deve ser mantido por meses ou até anos para as rugas e marcas de expressão desaparecerem gradualmente).

Ácido Maslínico — Substância derivada da moagem de azeitonas, é um poderoso antioxidante e também tem ação anti-inflamatória considerável, de acordo com a farmacêutica Silvana Masiero. “As fórmulas em que o ativo está nanoencapsulado garantem alta penetração”, afirma a especialista da Under Skin. “O ácido reduz a vermelhidão de peles irritadas, principalmente após exposição solar e outros agressores ambientais. A substância age diretamente sobre a hidratação e aparência da pele, deixando-a mais macia e radiante”, comenta Claudia Marçal. Atua contra o envelhecimento cutâneo, melhora hidratação, é regenerador, estimula o turn over e crescimento de fibroblastos e queratinócitos.

Ácido Retinóico — É o ácido de primeira escolha para a pele envelhecida cronologicamente ou fotoenvelhecida, segundo a dermatologista Claudia Marçal. “É considerado padrão ouro no rejuvenescimento domiciliar. É uma vitamina A ácida, com a finalidade de melhorar o turn over celular, fazendo com que as células cheguem mais jovens, mais oxigenadas e melhor nutridas à superfície da pele”, esclarece a dermatologista.

Ácido Salicílico — O ácido salicílico é um beta-hidroxiácido e tem uma ação importante no controle da acne, principalmente da acne que forma pequenos microcistos, de acordo com Claudia Marçal. “Pode ser usado também na dermatite seborreica – o que faz um controle muito bom quando aplicado na forma de cremes, shampoos e na forma de loções. Pode ser utilizado em sabonetes ou loções adstringentes, para remoção das impurezas e para controle do extrato córneo, que é a espessura da pele e para fazer uma higienização mais profunda. E também para ter uma ação comedolítica, que é na verdade a abertura ou a ruptura dos cravos, para a saída das lesões da face”, afirma.

 

  • COMPARTILHE
VOLTAR AO TOPO